Voluntariado

As atividades desenvolvidas contam com o envolvimento de partes interessadas locais.


Campo de voluntariado da Terceira

27/03/2021 - SRAAC

Decorreu, na ilha Terceira, entre os dias 17 e 25 de março mais um campo de voluntariado jovem promovido pelo LIFE IP AZORES NATURA, e dinamizado pela Associação Plantar uma Árvore.

Durante este período, os jovens que participaram neste campo de voluntariado aproveitaram para conhecer as valências dos centros ambientais da ilha Terceira, efetuar limpezas costeiras de lixo marinho, e participar nos trabalhos de conservação da natureza nas várias áreas de intervenção do projeto LIFE IP AZORES NATURA.

Este campo de voluntariado contou com a participação de 11 jovens e várias entidades locais, enquadrando-se, portanto, na ação E5 do projeto “Engajamento público e Programa de Voluntariado”.


Diário do campo de voluntariado ambiental jovem na ilha do Pico

11/11/2020 - SRAAC
13 jovens voluntários, nove dos quais oriundos de cada uma das ilhas dos Açores, estiveram durante uma semana no Pico, onde, dia a dia, se dedicaram a trabalhos de conservação da natureza, aprendizagem, novas vivências e partilha de experiências no âmbito do programa criado pelo projeto LIFE IP Azores Natura.
No ‘diário’ deste campo deram entrada registos de ações de controle de espécies exóticas e invasoras, como o chorão da praia (Carpobrotus edulis), de remoção de lixo e poda de Salgueiros (Tamarix africana), na zona da Madalena, e, ainda, de uma visita à Gruta das Torres, entre outras.
Os jovens participantes no Campo de Voluntariado, que terminou no dia 22 de setembro, procederam a plantações e, ainda, á identificação das espécies nativas, endémicas e invasoras existentes em quatro talhões delimitados, a diferentes altitudes, ao longo do percurso do Caminho dos Burros, onde vão ser realizados trabalhos de recuperação e conservação.
Também subiram à Montanha do Pico, com o apoio da Associação de Guias desta ilha e, durante o percurso, fizeram a recolha de lixo, assim como na área da caldeira.
No decorrer da ação, puderam ainda observar várias espécies endémicas, como os morcegos, e as diferenças da flora à medida que iam subindo.
Este campo de voluntariado foi o quarto dos seis previstos em diferentes ilhas até fevereiro de 2021 e contou com a participação do Parque Natural do Pico e o envolvimento da comunidade e a parceria de diversas entidades e empresas locais.
Este programa organizado pela Direção Regional do Ambiente e Azorina, é operacionalizado pela Associação Plantar uma Árvore e fomenta o voluntariado ambiental com o objetivo de aproximar a sociedade da gestão dos recursos naturais e das áreas protegidas, promovendo a sensibilização e contribuindo para mudanças positivas na relação da comunidade com a natureza.

Programa de voluntariado jovem para a conservação da natureza e da biodiversidade na ilha das Flores

11/11/2020 - SRAAC
O projeto LIFE IP Azores Natura está a promover campos de voluntariado gratuitos em várias ilhas do arquipélago dos Açores, com o objetivo de sensibilizar os jovens e as comunidades para a importância da conservação do património natural da Região.
Desta vez, o campo de voluntariado foi na ilha das Flores e contou com a participação de mais de 15 jovens voluntários, bem como de instituições locais como IPSS (Instituições Particulares de Solidariedade Social), ATL (Atividades de Tempos Livres), empresas locais e comunidade em geral.
Este campo de voluntariado contou com ações de limpeza costeira (Ação C10.1), plantação de espécies endémicas (Ação C3.2), remoção de espécies invasoras em locais estratégicos (Ação C8.1), entre outras.

Programa de voluntariado na Graciosa incentiva jovens para a conservação da natureza e da biodiversidade

11/11/2020 - SRAAC
O Projeto LIFE IP Azores Natura está a promover campos de voluntariado gratuitos em várias ilhas, com o objetivo de sensibilizar os jovens e as comunidades circundantes para a importância da prática de ações concretas de conservação da natureza e da biodiversidade.
Nesse sentido, a iniciativa ‘Volunteer Escapes Camps’, integrada no programa de voluntariado implementado pelo LIFE IP Azores Natura, prevê também a realização de atividades com IPSS (Instituições Particulares de Solidariedade Social), ATL (Atividades de Tempos Livres), empresas locais e a comunidade em geral, à semelhança do que ocorreu no primeiro campo na Graciosa.
O foco do voluntariado nesta ilha foi o controlo de espécies invasoras, a recolha de sementes e a construção de caixas de abrigo para crias de garajau, sendo que nos Açores, existem duas espécies desta ave marinha alvo da intervenção do projeto: o garajau-comum (Sterna hirundo) e o garajau-rosado (Sterna dougallii).
Estas tarefas fazem parte das ações específicas C6.1 e C8.1 do projeto e foram executadas pelos jovens em áreas como o Barro Vermelho, Ponta da Restinga, Ponta Branca, e no Ilhéu da Praia.
Os próximos campos previstos, desenvolvidos com o Corpo Europeu de Solidariedade (CES), no âmbito da ação E5, tarefa 2 (Programa de Envolvimento Público e Voluntariado) do projeto, vão decorrer nas Flores, de 15 a 23 de agosto, no Pico, de 12 a 20 de setembro, em Santa Maria, de 7 a 15 de novembro e na Terceira, de 13 a 21 de fevereiro do próximo ano.
Cada campo é acompanhado por dois coordenadores da Plantar Uma Árvore – Associação (P1A), que possui uma larga experiência na conceção, implementação e operacionalização de programas de voluntariado, de curta e longa duração.
A P1A esteve, nos últimos anos, envolvida na implementação do projeto LIFE VOLUNTEER ESCAPES, direcionado para o ensaio e demonstração de soluções de voluntariado jovem, com o Corpo Europeu de Solidariedade e relacionadas com a proteção ambiental e a conservação da natureza e da biodiversidade.
Os campos permitem, portanto, e como se verificou pelo sucesso do campo na Graciosa, a partilha entusiasmada de experiências e o desenvolvimento de sinergias entre jovens para a valorização do património natural.
A implementação da iniciativa ‘Volunteer Escapes Camps’ por parte do projeto LIFE IP Azores Natura – em que foi reajustada a duração e o número máximo de participantes em cada uma das ações, realizadas preferencialmente em espaços abertos -, é feita, em parceria, pela P1A, AZORINA, SA. e a Direção Regional do Ambiente, as duas últimas beneficiárias associada e coordenadora, respetivamente, do nosso projeto.

Programa provisório das Limpezas Costeiras e Subaquáticas na Rede Natura da Sua Ilha

11/08/2020 - Direção Regional dos Assuntos do Mar


O projeto LIFE IP AZORES NATURA (LIFE17 IPE/PT/000010) é financiado pela União Europeia através do Programa LIFE
A responsabilidade exclusiva pelo conteúdo deste Website reside nos autores, não refletindo necessariamente a opinião da União Europeia.
Nem a EASME nem a Comissão Europeia são responsáveis por qualquer uso que possa ser feito da informação contida na página.